Saul Fernando Pedron assume Diretoria Financeira da Fundação

pedronIndicado para um segundo mandato pela CEEE, Saul Fernando Pedron assume um novo desafio, agora à frente da Diretoria Financeira da Fundação Família Previdência. O dirigente tomou posse no dia 15 de outubro em reunião virtual do Conselho Deliberativo, substituindo Gilberto Gischkow Valdez. Na gestão anterior (2018-2020), Pedron comandou a Diretoria de Previdência. Neste período, a Fundação conquistou cinco novos instituidores para o plano Família Previdência, teve o crescimento líquido de 2.600 participantes, ultrapassando a marca de 18 mil clientes, acumulou rentabilidades positivas e crescimento patrimonial recorde, chegando aos R$ 7 bilhões.

Formado em Engenharia Elétrica, Saul Pedron fez carreira no Grupo CEEE de 1985 a 2014, trabalhando como responsável por investimentos, elaboração orçamentária e acompanhamento de financiamentos. Foi assistente executivo do diretor, de 2008 a 2011. Fora da CEEE, foi Diretor Vice-Presidente do SENGE-RS, de 2011 a 2014, instituidor do Plano SENGE Previdência, também administrado pela Fundação.

“Temos um desafio de curto prazo que é recuperar o retorno dos investimentos em um momento singular para as economias de todo o mundo. Historicamente, temos anos muito positivos, anos com médio retorno e alguns momentos ruins como este que estamos vivendo por conta da pandemia e todos os reflexos na economia mundial e que afeta a rentabilidade da Fundação também. No entanto, nossa política de investimentos está estruturada para gerar retornos no longo prazo e é este o horizonte que deve ser visto pelo participante”, afirma o dirigente.
Nos últimos 15 anos, a Fundação teve uma rentabilidade de 546%, enquanto o CDI, índice de referência para investimentos, teve retorno de 382%. Hoje, a Fundação paga R$ 50 milhões mês em benefícios para 9.200 aposentados e pensionistas. Parte destes recursos é constituída com a rentabilidade obtida pelos investimentos, além das contribuições dos participantes e patrocinadoras dos planos previdenciários.

Live Papo Família recebe especialista em economia comportamental

papo_familiaComo uma crise pode mudar o comportamento das pessoas? Esse é o tema do próximo Papo Família, evento online sobre educação financeira e previdenciária, que traz especialistas sobre o assunto para uma conversa com o diretor-presidente, Rodrigo Sisnandes Pereira. Nesta edição, a live será com Bernardo Nunes, doutor em economia, entusiasta da combinação entre ciência comportamental, análise de dados e inovações digitais para entender o comportamento do consumidor. Bernardo é cientista de dados na Growth Tribe, na Holanda. O encontro será transmitido pelo Instagram e pelo Facebook do Plano Família Previdência na quarta-feira, 21 de outubro, às 17h. Acesse na hora:

https://www.instagram.com/familiaprevidencia/

https://www.facebook.com/familiaprevidencia

 

Feriado do Dia do Securitário: 19 de outubro

A Fundação Família Previdência informa que na próxima segunda-feira, dia 19 de outubro, não haverá expediente por conta do feriado do Dia do Securitário. Nesta data, os participantes poderão utilizar os serviços de autoatendimento por telefone, pela internet e aplicativo Meu Plano. Ligue 0800 51 2596 (de fixo) ou 51 3027 1221 (de celular). As atividades retornam a partir das 8h do dia 20 de outubro (terça-feira).

Conselho Deliberativo aprova alterações regulamentares em planos previdenciários

Propostas de ajustes no CeeePrev e Planos Únicos da CEEE, da RGE e da RGE Sul devem ser encaminhadas para análise e aprovação final da PREVIC daqui a 30 dias.

O Conselho Deliberativo aprovou, no dia 13 de outubro, a proposta de alterações regulamentares em quatro planos administrados pela Fundação Família Previdência (CeeePrev e Planos Únicos da CEEE, da RGE e da RGE Sul). Os quadros comparativos com as alterações propostas ficarão disponíveis no site para conhecimento dos participantes por um período de 30 dias e, posteriormente, serão encaminhados para análise e aprovação final da Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC. Os ajustes propostos não geram impactos em relação à elegibilidade, à forma de cálculo de benefícios e de contribuições, ao custeio e aos custos do plano. Confira abaixo uma síntese das alterações em cada plano.

CEEEPREV

  • Ajuste do nome da Fundação Família Previdência, e no nome de outro plano de benefícios mencionado.
  • Esclarece que o reajuste dos benefícios é realizado pela variação plena do INPC, e que não haverá redução do valor dos benefícios, no caso de ocorrência de variação acumulada negativa do INPC.
  • Está sendo excluído do regulamento o percentual fixo de taxa de juros, a referência ao valor original do piso mínimo.
  • Esclarecimento de que o valor da UPCEEE é atualizado pela variação plena do INPC.

banner_quadro_ceeeprev

PLANO ÚNICO DA CEEE

  • Inclusão de critério para determinação da data em que é devido a complementação de pensão, e da inclusão de critério de definição de SRC para caso específico.
  • Está sendo ajustado o nome da Fundação Família Previdência.
  • Adequação do art. 29, esclarecendo que o reajuste observa a variação acumulada do INPC.
  • Inclusão de dispositivos sobre a constituição das reservas decorrentes de superávit, bem como sobre a hipótese de utilização da reserva especial para melhoria de benefícios.
  • Atendimento à recomendação da PREVIC, registrada no Parecer nº 64/2018/CAL/CGAT/DILIC, de alterar a TR como critério de correção monetária dos valores em caso de resgate.

banner_quadro_pu_ceee

PLANO ÚNICO DA RGE

  • Inclusão de critério para determinação da data em que é devido a complementação de pensão.
  • Inclusão de critério de definição de SRC para caso específico.
  • Ajuste no nome da Fundação Família Previdência.
  • Adequação do art. 26 para esclarecer que o reajuste observa a variação acumulada do INPC.
  • Inclusão de dispositivos sobre a constituição das reservas decorrentes de superávit, bem como sobre a hipótese de utilização da reserva especial para melhoria de benefícios.
  • Atendimento à recomendação da PREVIC, registrada no Parecer nº 64/2018/CAL/CGAT/DILIC, de alterar a TR como critério de correção monetária dos valores em caso de resgate.
  • Adicionalmente está sendo proposta a alteração do nome do Plano de Benefícios, conforme solicitação da patrocinadora, passando para “Plano I da RGE”.
  • O nome da patrocinadora, que teve alterada sua razão social, também está sendo ajustado.

banner_quadro_pu_rge

PLANO ÚNICO DA RGE SUL

  • Inclusão de critério para determinação da data em que é devido a complementação de pensão.
  • Inclusão de critério de definição de SRC para caso específico.
  • Ajuste no nome da Fundação Família Previdência.
  • Adequação do art. 26 para esclarecer que o reajuste observa a variação acumulada do INPC.
  • Inclusão de dispositivos sobre a constituição das reservas decorrentes de superávit, bem como sobre a hipótese de utilização da reserva especial para melhoria de benefícios.
  • Atendimento à recomendação da PREVIC, registrada no Parecer nº 64/2018/CAL/CGAT/DILIC, de alterar a TR como critério de correção monetária dos valores em caso de resgate.
  • Proposta de alteração do nome do Plano de Benefícios, conforme solicitação da patrocinadora, passando para “Plano II da RGE”.
  • Ajuste da sigla da patrocinadora para “RGE”.

banner_quadro_pu_rge_sul

Fundação é certificada como excelente lugar para trabalhar

gptwCertificação do GPTW atesta as práticas de gestão de pessoas da entidade.

A Fundação Família Previdência recebeu a certificação do Great Place to Work Brasil por suas boas práticas em Gestão de Pessoas. A entidade realizou pesquisa de clima com os colaboradores e obteve 88 pontos no índice de confiança. A pontuação mínima para receber o certificado é 70. “Este é um importante reconhecimento para a organização sobre o caminho que seguimos em nossa política de gestão de pessoas. Mesmo em um cenário desafiador como este que estamos vivendo em 2020, que revolucionou a forma de trabalhar, procuramos oferecer as melhores condições possíveis para nossos colaboradores seguirem em home office, mantendo todo o pacote de benefícios ofertado pela Fundação”, afirma Rodrigo Sisnandes Pereira, diretor presidente da entidade.

O Great Place to Work (GPTW) é uma consultoria global, com presença em 90 países, que apoia organizações para obter melhores resultados por meio de pesquisas, consultorias, treinamento e desenvolvimento profissional. Neste ano, as lideranças, diretoria executiva e colaboradores convidados participaram do Programa de Desenvolvimento de Lideranças – Jouney, curso prático e imersivo, que ofereceu ferramentas para sensibilizar as pessoas na construção de um ambiente de trabalho de confiança, inovação e produtividade. “O Journey e a certificação como um excelente lugar para trabalhar pelo GPTW, fomentou ainda mais nossa busca pelas melhores práticas em gestão de pessoas, e estamos muito satisfeitos e orgulhosos com esse reconhecimento, pois mostra que estamos na direção certa. A Fundação Família Previdência sempre teve em sua pauta o bem-estar de seus profissionais, e o resultado disso é uma equipe engajada e feliz em fazer parte”, relata Adriana Espíndola, gerente de relações corporativas da entidade.

Com patrimônio de R$ 7 bilhões, a Fundação Família Previdência é a maior gestora do segmento de previdência privada do Rio Grande do Sul. Administra 12 planos previdenciários para mais de 18 mil participantes e paga uma folha mensal de benefícios de R$ 50 milhões para 9.200 aposentados e pensionistas. “Nosso trabalho é gerenciar os recursos no presente para garantir o futuro de nossos participantes. E, para cumprir esta missão com excelência, temos que cuidar dos nossos colaboradores. A certificação GPTW é a prova de que estamos no caminho certo”, conclui Sisnandes.

Papo Família debate crise financeira pós-covid

live_papo_familiaA primeira edição da série de lives Papo Família sobre educação financeira e previdenciária trouxe a jornalista Giane Guerra, apresentadora e colunista de economia na Rádio Gaúcha, Zero Hora, RBS TV e GZH. Na conversa com o diretor presidente, Rodrigo Sisnandes Pereira, ela falou sobre como as pessoas vão encarar a crise financeira pós-covid 19. O vídeo está disponível no final deste post, no Instagram e no Facebook do plano Família Previdência.

Confira alguns insights da live.

  • “Bastante gente viu e sentiu o que é enfrentar uma crise sem reserva financeira, estando desorganizado com suas contas.”
  • “Se vocês não tem uma reserva financeira, perguntem para quem tinha para ter uma ideia do que é a tranquilidade de estar com as finanças em ordem. Sempre é bom ter um colchão financeiro.”
  • “As pessoas se deram conta de que é possível guardar dinheiro, reduzir e viver com menos e deixar de herança para quando isso [a pandemia] passar.”
  • “Muitas vezes, o gatilho do juro foi uma antecipação de consumo, não um imprevisto. Vale a pena pagar esse juro?”
  • “Tem um mantra para gastar dinheiro: viver com menos do que se ganha.”
  • “Pague-se primeiro. Como se tivesse pagando um boleto pra si mesmo. Atrasou? Pague juros para você mesmo.”
  • “Os mais jovens precisam visualizar a mágica dos juros compostos. Conseguir começar a poupar e guardar dinheiro e perceber a diferença que isso faz no longo prazo.”
  • “O melhor presente que os pais podem dar para os filhos é preservar suas finanças e não depender deles no futuro.”
  • “A tranquilidade que uma vida financeira organizada traz é impressionante. Vai além dos números, tem relação com o comportamento, com mudanças de hábitos.”

Nova palestra reúne 390 participantes do CEEEPREV

A segunda palestra para os participantes do plano CEEEPREV, realizada na tarde do último dia 05 de outubro, reuniu 390 pessoas em transmissão ao vivo pela plataforma Zoom e pelo Youtube, comprovando o sucesso do formato virtual adotado pela Fundação Família Previdência. Na semana passada 270 participantes prestigiaram os encontros Papo Família. Organizados por plano previdenciário, esses encontros permitem um maior aprofundamento das questões específicas de cada produto ofertado pela Fundação. A Diretoria Executiva apresenta os resultados da entidade, fala sobre a possibilidade de privatização da CEEE e esclarece dúvidas dos participantes sobre os planos previdenciários.

Assista a íntegra da transmissão disponível no Youtube. A apresentação inicia a partir do 4º minuto de transmissão.

Live debate finanças no pós-covid 19

live_papo_familiaA Fundação Família Previdência inicia, na próxima quinta-feira (08), uma série de lives sobre educação financeira e previdenciária, trazendo especialistas sobre o assunto para uma conversa com o diretor-presidente, Rodrigo Sisnandes Pereira. Nesta primeira edição, o Papo Família vai analisar como as pessoas vão encarar a crise financeira pós-covid 19. A primeira convidada da série é a jornalista Giane Guerra, apresentadora e colunista de economia na Rádio Gaúcha, Zero Hora, RBS TV, GZH e 102.3 FM. A live inicia às 17 horas e será transmitida pelo Instagram do Plano Família Previdência. É só acessar na hora. https://www.instagram.com/familiaprevidencia/

 

 

Empréstimos seguem com IOF zerado até o fim do ano

dinheiroO Governo Federal prorrogou até 31 de dezembro a redução de cobrança de IOF em operações de crédito, entre elas, empréstimos como os oferecidos pela Fundação Família Previdência a seus participantes. A prorrogação consta do Decreto 10.504, publicado no último dia 02 de outubro no Diário Oficial da União. Concedida em abril para aliviar os impactos financeiros da pandemia do novo coronavírus, a redução encerraria em 03 de julho, foi prorrogada até 02 de outubro e agora recebe uma nova prorrogação até o final do ano.

Além da redução do IOF, a Fundação também reduziu as taxas e ampliou o prazo de financiamento dos empréstimos. Desde maio, os participantes podem financiar seus empréstimos em até 120 meses e com juros mais baixos.

Quem já está com empréstimo em andamento pode reformá-lo por uma taxa mais baixa e alongar o prazo de pagamento, caso tenha limite disponível. A Fundação também reduziu a taxa de administração, financiada na concessão, dos atuais 2,0% para 1,0%.

Quem pode fazer empréstimo

O serviço está disponível aos participantes vinculados aos planos CeeePrev, CRMPrev, e planos únicos (CEEE, CGTEE, RGE e RGE SUL). A partir de seis meses de contribuição aos planos previdenciários, os participantes podem adquirir um empréstimo com limite de comprometimento no valor de 4% até 25% de seu salário líquido referente ao mês anterior.

O limite é variável em função do tempo de vinculação com a Fundação, da existência de empréstimo consignado e da assiduidade no pagamento de empréstimos anteriores. O prazo máximo de concessão também varia conforme a idade do participante.

Na área de autoatendimento, a Fundação disponibiliza um simulador para o participante planejar o seu financiamento de acordo com suas necessidades.

Confira as taxas que estão vigorando desde maio.

tabela_emprestimo

Encontro Papo Família recebe mais de 200 participantes

card_papofamiliaA primeira rodada de palestras para os participantes dos planos CEEEPREV e Plano Único da CEEE trouxe 270 pessoas para as plataformas digitais da Fundação. Na manhã de ontem, os participantes lotaram a sala virtual para assistir a palestra sobre o CEEEPREV. Devido à grande demanda e à limitação técnica da plataforma utilizada na transmissão do evento, a Fundação Família Previdência fará uma nova rodada para os participantes do Plano CEEEPREV no dia 05 de outubro, a partir das 15 horas.

Plano Único
Na parte da tarde foi a vez dos participantes do Plano Único da CEEE. Com a sala da Plataforma Zoom novamente lotada, a Fundação disponibilizou a transmissão ao vivo pelo Youtube, atraindo mais participantes para o evento virtual. Os encontros “Papo Família”, organizados por plano previdenciário, permitem um maior aprofundamento das questões específicas de cada produto ofertado pela Fundação. A Diretoria Executiva apresenta os resultados da entidade, fala sobre a possibilidade de privatização da CEEE e esclarece dúvidas dos participantes sobre os planos previdenciários.