Fundação manterá atendimento presencial fechado

covidMesmo com a possibilidade de reabertura das empresas de serviços na capital gaúcha, a Fundação Família Previdência manterá seu atendimento presencial fechado por tempo indeterminado. “Grande parte do nosso público, que visitava regularmente a Fundação, é composta por idosos, pessoas que estão no grupo de risco da covid-19. Por isso, vamos seguir com a orientação para que fiquem em casa e utilizem os canais eletrônicos e digitais de atendimento”, comenta Saul Fernando Pedron, Diretor de Previdência da Fundação.

Muitos participantes que não utilizavam o autoatendimento optaram por fazer a senha e também baixaram o aplicativo Meu Plano que dá acesso a praticamente todos os serviços da entidade. Sem precisar sair de casa, é possível consultar saldos e extratos, contracheques de benefícios, fazer empréstimos, aportes de contribuições, acessar documentos, entre outras facilidades.

Internamente, uma pequena parcela dos colaboradores retornou às atividades na sede. A maioria continua em trabalho remoto em suas residências. “Vamos continuar neste modelo, que está funcionando bem desde março. Os demais serviços continuam em operação normal, a exemplo do pagamento da folha de benefícios que segue em dia para nossos mais de 9.200 aposentados e pensionistas”, avalia Pedron.

Empréstimos com prazo alongado
A Fundação também adotou outras medidas para beneficiar seus participantes durante o período da pandemia como a redução da taxa dos empréstimos e ampliação do prazo de financiamento de 100 para 120 meses. Além disso, os participantes com empréstimos podem postergar até três parcelas ao longo do ano. “Estamos atentos às dificuldades financeiras que a pandemia está trazendo para a população e para as famílias dos nossos participantes. Com essas medidas, facilitamos o acesso e flexibilizamos os empréstimos, dando um alívio para quem precisa deste serviço”, afirma o Diretor Financeiro Gilberto Gischkow Valdez.

Aplicativo de adesão digital
Nesse período de pandemia, a Fundação também está investindo na adesão de novos participantes. Recentemente, lançou o aplicativo Família Prev que permite a adesão digital ao plano Família Previdência Associativo. O novo app elimina os formulários impressos, solicitando apenas as informações essenciais para ingresso de novos clientes. E tudo pode ser feito pelo próprio usuário, sem burocracia, desde a simulação da poupança previdenciária, até o envio da solicitação para a Entidade. “Nos adaptamos rapidamente às necessidades de isolamento social para controle da pandemia e continuamos firmes no propósito de atender bem nossos participantes e manter as portas da Fundação abertas para quem quer iniciar sua poupança previdenciária por meio de nossos canais digitais”, conclui Valdez.

Acesse o novo app aqui.

FIQUE EM CASA, USE OS CANAIS DE ATENDIMENTO ELETRÔNICOS E DIGITAIS

  • Acesse o seu plano com o CPF ou RE na barra superior deste site.
  • Ligue: 0800 51 2596 (de fixo) 51 3027 1221 (de celular).
  • Baixe o app Meu Plano na App Store e no Google Play.

meu_plano_4app_storegoogle_play

 

 

Empréstimo da Fundação é destaque na Rádio Bandeirantes

No dia 16 de maio, o Diretor-Presidente, Rodrigo Sisnandes Pereira, conversou com o repórter Silvio Benfica da rádio Bandeirantes. Na oportunidade, destacou que a Fundação Família Previdência está atenta as dificuldades financeiras provocadas pela pandemia do Covid-19. Por isso, proporcionou aos seus participantes a ampliação do prazo de financiamento de empréstimos de 100 para 120 meses e reduziu as taxas administradas.
Além disso, Rodrigo ressaltou a importância de se ter um plano de previdência privada e não depender somente do INSS no futuro, pois a expectativa de vida da população está casa vez maior e é necessário planejamento e preparação para uma aposentadoria segura.

Confira a entrevista completa no link abaixo.

Fundação publica Relatório Anual 2019

capa_rai_2019Está disponível no site da Fundação Família Previdência e nos hot sites dos planos previdenciários o Relatório Anual de Informações referente ao ano de 2019. Com um dos melhores resultados dos últimos cinco anos, a Fundação Família Previdência fechou 2019 com 20,87% de rentabilidade nominal. O ano passado foi muito positivo, sobretudo para quem aplica em Bolsa de Valores. As sucessivas reduções na taxa básica de juros ao longo do ano, chegando a 4,5%, em dezembro, pressionaram os investidores a buscarem novas alternativas para alocar seus recursos. Ao longo do segundo semestre, a Fundação ampliou gradativamente suas posições em Renda Variável, chegando a 20,6% da carteira. Em maio, a entidade estava com 16,7% investidos neste segmento. O segmento de Renda Variável, composto principalmente por ações em Bolsa de Valores, teve retorno de 33,51% no ano, enquanto o segmento de Renda Fixa, composto por títulos públicos federais rendeu 19,54% no período. Cerca de 95% dos ativos dos planos estão alocados nesses dois segmentos.

Outro bom resultado em 2019 foi o ingresso de novos participantes que superou a meta estabelecida em 12%. De janeiro a dezembro do ano passado 2.242 novos participantes ingressaram nos planos. A meta era 2.000 e com o resultado obtido, o total de participantes chegou a 17.960. A maioria dos novos participantes ingressou no Plano Família Previdência Associativo. Para ter uma ideia, em dezembro de 2018 o Família Previdência estava com 1.566 participantes. Em dezembro de 2019 o número saltou para 3.605, um crescimento de 130%.

Nesta edição do Relatório Anual 2019, estão publicados os resultados dos 12 planos de benefícios previdenciários administrados pela Fundação Família Previdência, bem como as demonstrações financeiras, notas explicativas acompanhadas dos pareceres dos Auditores Independentes, do Conselho Fiscal e do Conselho Deliberativo. Ao apresentar estas informações, a Fundação Família Previdência reafirma seu compromisso em atender os dispositivos legais e os padrões de Governança Corporativa, com transparência, para que os participantes acompanhem o desempenho de seu plano.

Em 2019 a Fundação completou 40 anos de atuação no mercado e atingiu um patrimônio superior a R$ 7,4 bilhões, se consolidando como maior entidade de previdência complementar do Rio Grande do Sul e uma das maiores do Brasil. Hoje, a entidade atinge um universo de, aproximadamente, 30 mil pessoas: profissionais que atuam nas empresas patrocinadoras, associados de sindicatos e demais entidades instituidoras de planos previdenciários, aposentados, pensionistas e dependentes.

Certificada com a ISO 9001, desde 2004, a Fundação Família Previdência conta com uma equipe de profissionais especializados na gestão de planos de previdência que administram a complementação de aposentadoria de mais de nove mil assistidos, pessoas que investiram parte de sua renda mensal durante vários anos para usufruir de uma aposentadoria mais digna no futuro e deixar renda de pensão para seus dependentes. Anualmente, a entidade paga mais de R$ 650 milhões em benefícios.

Clique aqui para acessar a página do relatório anual 2019.

Bate-papo sobre transformação digital NA PRÁTICA com a Fundação

02O Diretor-Presidente da Fundação Família Previdência Rodrigo Sisnandes participou do bate-papo sobre transformação digital com Claudia Regina Janesko da Conecta Soluções Associativas.
Falou sobre a reinvenção, soluções tecnológicas e o processo de expansão para o novo mercado de Previdência Privada. Segundo ele, o cénario que conhecíamos não será mais o mesmo após a pandemia.
Confira assistindo o vídeo completo no link abaixo.

https://www.facebook.com/bate-papo-FamiliaPrevidencia

 

 

Fundação abre Processo Eleitoral 2020

banner_eleicoes_2020_homeEstão abertas as inscrições para candidaturas no Processo Eleitoral 2020 da Fundação Família Previdência. O prazo para participar do pleito encerra às 18 horas da próxima sexta-feira, dia 15 de maio. Neste ano, as eleições serão realizadas para os seguintes cargos: uma vaga de titular no Conselho Deliberativo, uma vaga de titular no Conselho Fiscal e uma vaga de Diretor. Também serão eleitos os representantes dos participantes nos Comitês de Acompanhamento de Planos – CAPs dos seguintes planos patrocinados: Família Previdência Corporativo (INPEL), Ceran Prev, Foz do Chapecó Prev, Plano Único da CGTEE, Plano Único da RGE e Plano Único da RGE Sul.

No dia 11 de maio, a Fundação Família Previdência publicou o Edital de lançamento do Processo Eleitoral no jornal Correio do Povo. Todas as informações sobre o pleito, incluindo este Edital e o regulamento onde constam os requisitos para candidaturas estão publicados no site da Entidade. Clique na imagem acima para acessar a página.

O período de votação será de 24 a 29 de junho e, em virtude das limitações impostas pela pandemia de covid-19, realizado exclusivamente em plataforma eletrônica (internet, aplicativo e telefone), com uso de senha do autoatendimento. Os participantes que não possuem senha serão orientados a obtê-la ao longo do processo eleitoral. Mais informações sobre a votação serão divulgadas oportunamente pela Fundação Família Previdência.

Transferência de gestão do Plano Único da CGTEE será encaminhada à PREVIC

logo_cgteeProcesso de transferência depende de aprovação do órgão fiscalizador. Plano passará a ser administrado pela Fundação Elos.

A Fundação Família Previdência encaminhará para a Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC, daqui a 30 dias, a proposta de transferência do Plano Único da CGTEE para a ELOS. Em dezembro de 2019, a patrocinadora Eletrobras CGTEE, hoje Eletrobras CGT Eletrosul, solicitou a transferência com o objetivo de concentrar a gestão dos planos de benefícios das patrocinadoras subsidiárias da Eletrobras somente em uma entidade de previdência complementar. A entidade escolhida foi a ELOS. Confira matéria sobre a solicitação de transferência aqui.

O Plano Único da CGTEE está fechado para ingresso de novos participantes desde 20 de fevereiro 2020, quando a PREVIC aprovou uma série de alterações regulamentares. Veja matéria sobre este assunto aqui.

Paralelamente, a Fundação Família Previdência, a Eletrobras CGT Eletrosul e a ELOS desenvolveram o documento que estabelece as condições de transferência de gerenciamento do plano para a Entidade Fechada de Previdência Complementar sediada em Santa Catarina.

Todos os direitos e obrigações do plano previdenciário passarão para gestão da ELOS, como, por exemplo, o recolhimento de contribuições previdenciárias dos participantes e da patrocinadora, a gestão da carteira de investimentos do plano, empréstimos a participantes, bem como o pagamento de benefícios aos participantes assistidos (aposentados e pensionistas).

Todos os direitos dos participantes serão preservados. O Plano permanece com as mesmas características aprovadas em fevereiro e a Fundação Família Previdência continuará atendendo e informando os participantes ativos, aposentados e pensionistas sobre o Plano Único da CGTEE até a conclusão do processo, quando a gestão passará para a Fundação ELOS.

A transferência depende de aprovação da PREVIC e transcorrerá no prazo de 120 dias após o aval do órgão fiscalizador do sistema de previdência complementar.

Confira, nos banners abaixo, a íntegra do termo de transferência de gerenciamento do Plano Único da CGTEE e o quadro comparativo com as alterações regulamentares no plano, vigentes desde 20 de fevereiro de 2020.

banner_transferencia_cgtee   banner_quadro_cgtee

Semana do Trabalhador transforma home office da Fundação

semana_3Programação de palestras online e música marcaram a semana do feriado do Dia do Trabalhador.

O regime de home office adotado pelas empresas trouxe mais segurança aos trabalhadores nesses tempos de pandemia de coronavírus. Porém, passar mais de 40 dias em isolamento social, adotando uma rotina diferente da habitual pode trazer algumas dificuldades para os trabalhadores, sobretudo de ordem psicológica. Atenta a esse momento, a Fundação Família Previdência organizou uma programação de atividades diferenciadas na semana que antecedeu o Dia do Trabalhador. Foram quatro dias de encontros online para falar de assuntos relacionados à qualidade de vida em tempos de pandemia e quarentena. Profissionais das áreas de nutrição, educação física, psicologia, pedagogia, entre outras, compartilharam suas experiências e apresentaram muitas dicas para os colaboradores cuidarem de sua saúde física, mental e do seu relacionamento familiar nesse período em que estão passando mais tempo em casa, saindo apenas para atividades essenciais.

“O projeto da Semana do Trabalhador foi desenvolvido em formato totalmente digital e online. A ideia foi manter a rotina da Fundação Família Previdência como se estivéssemos presencialmente na empresa, incentivando e envolvendo todas as gerências da Entidade. Mesmo com os colaboradores em home office, mantivemos o acolhimento de todos, cultivando o clima de família e trabalho em equipe”, destacou a Gerente de Relações Corporativas, Adriana Espindola Reichmann, responsável pela célula de gestão de pessoas da Fundação.

semana_1Qualidade de vida
Como manter uma alimentação saudável quando a geladeira e a despensa estão a poucos passos de distância do escritório? A ansiedade do momento pode levar a desequilíbrios e causar muitos estragos na dieta. Nesse sentido, a nutricionista Téssa Beron deu uma aula sobre alimentação saudável na quarentena para ninguém sair da linha e manter hábitos alimentares em ordem.

Nesses dias em que passamos muito mais tempo em casa, o corpo também precisa se movimentar. Aulas de yoga e de ginástica laboral também fizeram parte da programação com a professora Jaqueline Bencke e o professor Douglas Santos. Os cuidados com o relacionamento com os filhos foi o tema abordado pela psicopedagoga Wanda Queiróz, que ainda brindou os participantes do encontro virtual contando histórias para a garotada. Colaboradores e filhos compartilharam momentos em família fora da rotina e ainda tiveram a oportunidade de ver os filhos de vários colegas que participaram da live.

Outro momento que ajudou a acalmar a mente e o coração nesse período de isolamento foram as técnicas de respiração apresentadas por Daniel Machado, uma pausa nas atividades diárias para manter a mente tranquila, com vibrações positivas. Na mesma linha, a psicóloga Karen Azevedo trouxe várias dicas para os colaboradores manterem a saúde mental. Segundo ela, este é o momento para ampliar o diálogo com a família, criar novas brincadeiras com os filhos e controlar o consumo de notícias que alimentam o medo com relação à pandemia e afetam o controle emocional de toda a família. A Semana do Trabalhador ainda teve roda de conversa só para elas, com a mentora metacognitiva Flávia Pessato e outra só para eles, com o consultor Luis Castagini.

Para fechar o ciclo de palestras, a Fundação convidou a especialista em inteligência emocional Maryana Rodrigues, que falou sobre como manter o otimismo nesse período de tantas incertezas, medos e desafios. “Temos de dar comando positivo para a nossa mente”, afirmou. Este é o momento para mudar a lente do nosso olhar para o que farta, não para o que falta. Focar naquilo que aprendemos nesse novo jeito de viver, não no que perdemos. Para Maryana, é hora de pegar mais leve com a gente, manter a mente no presente e extrair o melhor dessa experiência de vida.

A programação da Semana do Trabalhador encerrou no feriado do 1º de Maio com um happy hour muito especial. Todos receberam um cupom para uso em aplicativo de alimentação e participaram de um divertido encontro virtual entre os colaboradores e a diretoria executiva. Cada um em sua casa, e com seus familiares, confraternizou e ouviu a apresentação ao vivo e exclusiva do músico Bruno Schafer.

semana_2A iniciativa da Fundação foi muito bem recebida pelos colaboradores da entidade que, dentro do possível, reservaram uma hora do seu dia de trabalho em casa para acompanhar a programação ao longo da semana. “Das atividades a que mais gostei foi a (Ginástica) Laboral, mesmo a distância, muito necessária. No geral, foi uma experiência muito boa, adquiri conhecimento em diversos assuntos e me senti mais orientado para lidar com essa nova rotina”, afirmou o colaborador Guilherme Froes Madure.

“Participar das atividades Home Office na Semana do Trabalhador foi inovador, algo que jamais havia imaginado ser possível. Tive momentos de reflexão que foram ótimos com a Flávia Pessato que fazem muito sentido neste momento de pandemia que estamos passando, entre os assuntos o de como lidar com as pessoas que convivemos, planejamento financeiro, distrações, saúde, aceitação e perdão. E não posso esquecer da Maryana – Humor Lab,  que além de me fazer rir, ainda me fez pensar com as dicas que deu”, destacou a colaboradora Salete Beatriz Kunzel Guimarães.

Solidariedade
A Semana do Trabalhador também alinhou qualidade de vida com solidariedade. Os colaboradores participaram de uma vaquinha virtual para arrecadar doações, em dinheiro, que serão destinadas a uma entidade assistencial. Até o fechamento desta matéria, já haviam sido doados R$ 3.480,00.

“Realizamos uma semana muito especial, na qual nos reaproximamos dos colegas, proporcionamos momentos de aprendizado, reflexão, descontração e muitas dicas para que as pessoas passem por esse período de distanciamento social com mais tranquilidade e qualidade de vida. Além disso, contribuímos para quem mais precisa nesse momento de dificuldade que toda a sociedade está passando”, afirma Rodrigo Sisnandes Pereira, Diretor-Presidente da Fundação Família Previdência.

Fundação amplia prazo e reduz taxa do empréstimo

dinheiroParticipantes poderão financiar seus empréstimos em até 120 meses e com juros mais baixos.

Atenta às dificuldades financeiras que a pandemia de covid-19 está provocando em vários segmentos da economia, com reflexos no orçamento doméstico, a Fundação Família Previdência ampliará de 100 para 120 meses o prazo de financiamento de empréstimos disponíveis aos participantes.

Quem já está com empréstimo em andamento poderá reformá-lo por uma taxa mais baixa e alongar o prazo de pagamento a partir de 1º de maio, caso tenha limite disponível. A Fundação também reduziu a taxa de administração, financiada na concessão, dos atuais 2,0% para 1,0%. Além disso, os empréstimos concedidos de 03 de abril a 03 de julho de 2020 estão livres de IOF, conforme Decreto 10.305, do Governo Federal.

“Estamos em um momento delicado. O isolamento social afeta a economia e a renda de muitas famílias. Temos agora uma linha de crédito com juros ainda mais baixos, que pode atenuar as dificuldades deste período, e com prazo de pagamento mais alongado que permitirá a concessão de empréstimos com parcelas reduzidas”, avalia Rodrigo Sisnandes Pereira, Diretor-Presidente da Fundação.

“Hoje, a carteira de empréstimos da Fundação é um dos melhores investimentos da Entidade em termos de retorno financeiro e movimenta um volume de R$ 222 milhões, aproximadamente 3,2% dos investimentos da Entidade. Esses valores retornam para o participante na forma de benefícios. A perspectiva, com a redução das taxas e alongamento do prazo de financiamento, é aumentar a carteira para R$ 270 milhões, um incremento de 20% nos próximos meses”, afirma o Diretor Financeiro, Gilberto Gischkow Valdez.

Quem pode fazer empréstimo
O serviço está disponível aos participantes vinculados aos planos CeeePrev, CRMPrev, e planos únicos (CEEE, CGTEE, RGE e RGE SUL). A partir de seis meses de contribuição aos planos previdenciários, os participantes podem adquirir um empréstimo com limite de comprometimento no valor de 4% até 25% de seu salário líquido referente ao mês anterior.

O limite é variável em função do tempo de vinculação com a Fundação, da existência de empréstimo consignado e da assiduidade no pagamento de empréstimos anteriores. O prazo máximo de concessão também varia conforme a idade do participante.

Na área de autoatendimento, a Fundação disponibiliza um simulador para o participante planejar o seu financiamento de acordo com suas necessidades.

Confira as novas taxas que passam a vigorar a partir de maio.

tabela_emprestimo

Projeto Fundação Digital já tem seu primeiro produto em 2020

 app_familia_prev_notaAplicativo para adesão digital de participantes está disponível nas lojas. Ferramenta facilita acesso à previdência privada em tempos de distanciamento social.

Agora, a equipe comercial da Fundação Família Previdência tem uma nova ferramenta para auxiliar e agilizar o ingresso de participantes ao plano previdenciário. O novo aplicativo de adesão digital ao Plano Família Previdência Associativo elimina os formulários impressos, solicitando apenas as informações essenciais para ingresso de novos clientes. E tudo pode ser feito pelo próprio usuário, sem burocracia, desde a simulação da poupança previdenciária, até o envio da solicitação para a Entidade.

“Lançamos esse produto em um momento no qual as entidades de previdência precisam estabelecer novos canais de relacionamento com seus públicos. Criamos alternativas para que as pessoas continuem investindo no futuro, com a segurança que precisam nesse momento delicado no qual têm que respeitar o distanciamento social”, afirma Rodrigo Sisnandes Pereira, Diretor-Presidente da Fundação.

O aplicativo Família Prev possibilita que as pessoas façam simulações de sua poupança previdenciária para avaliar o potencial de crescimento de seus investimentos antes de aderir. O simulador foi estruturado em forma de chat para facilitar e dar mais fluidez na inserção das informações do usuário.

No processo de adesão digital, o app apresenta quatro passos simples e rápidos: a pessoa inclui seus dados pessoais; em seguida, define o nível de contribuição; insere os números de seus documentos; faz fotos destes documentos e, por fim, inclui seus dados de contato para envio à Fundação.

As propostas de adesão enviadas pelo app serão analisadas pela equipe da Fundação para verificar a autenticidade do vínculo associativo a um dos instituidores do plano. Após aprovada, o participante poderá iniciar sua poupança previdenciária e acompanhar a evolução pelo site e pelo app Meu Plano já disponível hoje para todos os participantes.

“O app Família Prev faz parte do Projeto Fundação Digital, no qual estamos transformando nossos processos com novos modelos, mais ágeis, criativos, competitivos e sem burocracia, para atender um público cada vez mais exigente por soluções que facilitem sua vida. As pessoas estão entendendo que previdência privada é uma necessidade presente para garantir o seu futuro. E as soluções para atender essa necessidade estão mais acessíveis com as ferramentas digitais como o nosso app Família Prev”, conclui Sisnandes.

O aplicativo está disponível na App Store e no Google Play.

app_storegoogle_play

 

 

 

Fundação amplia postergação do empréstimo

A cada 12 prestações, participantes poderão transferir até três parcelas do empréstimo para o final do contrato.

No início do ano, a Fundação lançou uma modalidade de postergação das parcelas do empréstimo que não gera inadimplência para o participante. As parcelas postergadas são acrescidas no final do contrato e todas as prestações a pagar são recalculadas com os juros referentes à parcela adiada. Quando foi lançado, o participante podia fazer duas paradas no pagamento a cada 12 parcelas do contrato.

Agora, considerando esse momento preocupante, provocado pela pandemia de coronavírus, é preciso estar com mais dinheiro no bolso para suprir eventuais necessidades e reorganizar as finanças pessoais e da família. Por isso, a Fundação ampliou para o período entre abril a 30 de novembro de 2020 a possibilidade do participante postergar até três parcelas do empréstimo normal em andamento.

Por ser uma excepcionalidade, esta parcela deverá pertencer a competência do ano de 2020, não sendo possível a postergação de 3º parcela para o próximo ano.

Como fazer
• A solicitação pode ser feita online com a senha do autoatendimento ou pelo APP Meu Plano.
• O prazo de solicitação é até o último dia útil do mês anterior para postergar a parcela a vencer do próximo mês.
• É permitida a postergação de uma parcela de cada vez.